segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ação dos decompositores

Ação dos decompositores


              Alguns seres vivos como bactérias, fungos e protozoários, desempenham um importante papel de reciclar a matéria orgânica. Eles são classificados como seres decompositores. 
         Nesta aula prática, os alunos do 6º ano 1 (turno matutino) e 6º ano 2 (turno vespertino) acompanhados da professora de Ciências Ivanir Merísio e das professoras de laboratório Cláudia Wickert e Joze Beatriz Deimling, puderam observar e testar a ação dos decompositores.
             Foram observados  à olho nu ou com auxílio de lupas, fungos macroscópicos decompositores de alimentos e  madeira, como orelhas de pau, bolor negro do pão, mofos e cogumelos.
           Para testar a ação decompositora de fungos e bactérias em diferentes condições ambientais como  temperatura, por exemplo, foi cozido um migau a base de leite, açúcar, ovos e amido de milho. A fervura faz parte de um dos processos de pasteurização de alimentos iniciado na ciência por Louis Pasteur e que continua sendo difundido e utilizado nos dias atuais pela eficácia com que pode conservar alimentos. O mingau foi colocado em 06 copinhos de café com diferentes tratamentos: 01 deles conservados em geladeira tampado com plástico filme; 01 : conservado em geladeira sem cobertura; 01 conservado em geladeira coberto por pó de canela. Com os mesmos tratamentos, outros 03 copinhos com migau, foram mantidos em temperatura ambiente (fora da geladeira). Após 07 dias os alunos retornaram ao laboratório para observar os resultados. 
              Foi possível perceber que os copos fora da geladeira todos sofreram reações de maior ou menor decomposição. O copo sem plástico filme e fora da geladeira foi o que mais sofreu ação de decompositores com proliferação intensa de fungos e bactérias. Os copos mantidos na geladeira, sofreram pouquíssima reação,com exceção do copo sem cobertura, onde o mingau  ficou com sua consistência modificada, mas aparentemente sem fungos e bactérias em função da temperatura.
                É possível concluir que a temperatura e a cobertura adequada dos alimentos dificulta sua decomposição por fungos e bactérias, que estão presentes no ar e em temperaturas favoráveis se proliferam muito. A aula foi contextualizada com vários  exemplos cotidianos.
Veja alguns registros fotográficos desta aula prática:



Ação decompositora em alimentos 



Ação decompositora em madeira 



Preparando mingau para experimento




Frascos mantidos fora da geladeira

Frascos mantidos na geladeira

Uma semana depois, o resultado é visível. Nos primeiros frascos foi tomado o cuidado de colocar em temperatura de geladeira, sendo um tampado com plástico filme, outro com cobertura de pó canela e o terceiro sem cobertura. Nos frascos mais abaixo, todos mantidos fora da geladeira, vê-se a ação dos decompositores em maior ou menor intensidade.



A adição do pó canela auxilia a retardar a ação decompositora, pois age no processo de osmose das células dos fungos e bactérias que morrem facilmente por perda de água, porém mesmo com esta cobertura, é possível verificar que fora da geladeira os microorganismos decompositores conseguem agir no alimento, iniciando a sua decomposição.

Dentro da geladeira o processo de decomposição é atrasado, mas percebe-se no primeiro frasco que acontece alteração no alimento por falta de cobertura de proteção. No frasco mais abaixo, é possível verificar que fora da geladeira e sem cobertura de plástico filme ou canela, o alimento é facilmente contaminado por fungos e bactérias que agem na sua decomposição.